The Alienist – Primeiras Impressões

TheAlienist.jpg

Confesso que quando vi a série na minha lista de sugestões da Netflix torci o nariz e passei direto, fui influenciado pela má adaptação das últimas séries nacionais e confundindo com a obra de Machado de Assis, que já foi adaptada para série de tv.

Mais tarde conversando com membros do grupo, quando o tema foi levantado por Glauco Marota, nosso J. J. Jamesson, é que me dei conta de que se tratava de uma obra de Caleb Carr, do qual eu estava lendo um livro que já achava fantástico, “O Secretário Italiano”, uma aventura de Sherlock Holmes e reconhecido como “Tão bom como se o próprio Conan Doyle tivesse escrito” (Herald).

ie13.jpg

Venci o pré-conceito  e a confusão criado por mim e fui ver a série. As primeiras cenas foram incríveis, e não sei se influenciado pelo livro ou se pela própria ambientação da estória, fui transportado para dentro da estória, me vi, salvo as devidas proporções, dentro de uma aventura de detive do próprio Sherlock, mesmo sabendo que os personagens não eram desta estória.

Não sei se esta percepção foi ruim ou boa, se influenciou meu julgamento ou não, mas a verdade é de que gostei bastante. Todos os ingredientes das aventuras do detetive estavam lá, o respeito e a má reputação junto as forças policiais, um escudeiro ligado ao jornalismo, impulsividade e curiosidade sobre as vítimas e disposto à ações questionáveis para se entender melhor o caso.

1f8b6cf30f05af0d80a03635fc861514c48314a1.jpg

Mas isso não atrapalhou em nada o meu divertimento e interesse pela série, nem os temas pesados para o nosso mundo de hoje, polêmicos e problematizados. Nas próprias aventuras narradas por Conan Doyle, outros temas tão ou mais também foram abordados.

No resumo geral as minhas observações, que resolvi escrever ao ter visto apenas o 1° episódio e numa tentativa de não dar spoilers, são as de que as minhas expectativas são extremamente promissoras. Figurinos, cenários, personagens, tramas de fundo, abordagens sobre dilemas morais e sociais extremamente bem aplicados, personagens muito bem compostos e uma narrativa tensa e ao mesmo tento de fácil absorção. Uma que série me instigou a busca pelo romance.

The Alienist.jpg

The Alienist conta em seu elenco com Daniel Brühl, o Barão Zemo de Capitão América como o Dr. Laszlo Kreizler; Dakota Fanning, de Taken e Guerra dos Mundos como Sara Howard e Luke Evans de Drácula e O Hobbit: Uma Jornada Inesperada como o ilustrador de jornal John Moore.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s