(Des)encanto – Opinião

Related image

Desencanto é uma animação/comédia adulta criada por Matt Groening. A série é a primeira produção de Groening para a Netflix; ele criou anteriormente Os Simpsons e Futurama para a 20th Century Fox Television. Vinte episódios da série foram encomendados pela Netflix, com os dez primeiros episódios sendo lançados em 17 de agosto de 2018.

Situado no reino de fantasia medieval de Dreamland, a série segue a história de Bean, uma princesa rebelde e alcoólatra, seu companheiro elfo chamado “Elfo” e seu demônio de estimação Luci. Desencanto é estrelado pelas vozes de Abbi Jacobson, Eric André, Nat Faxon, John DiMaggio, Tress MacNeille, Matt Berry, David Herman, Maurice LaMarche, Lucy Montgomery e Billy West.

Depois de assistir os primeiros episódios, fiquei temeroso de que a mesma fórmula que vimos por tantos anos na série dos Simpsons fosse apenas ser repetida aqui. Competente mas que já não se mostra relevante há mais de uma década. Entretanto, conforme a temporada avança (esta primeira possui apenas 10 episódios), é possível notar que o trabalho consegue trazer sim, algum frescor, mesmo que por vários momentos a comparação com uma outra série famosa do Matt Groening seja inevitável: Futurama.

Aliás, muitos já estão se referindo à Desencanto como uma mistura de Futurama com Game of Thrones. Sangue, intrigas e reviravoltas bem interessantes, somadas ao humor ácido e críticas ao patriarcado e à religião.  O trabalho, de forma bastante realista em alguns momentos, do cenário medieval (claro, quando não utiliza alguns elementos fantásticos), também chamou bastante a minha atenção.

Image result for disenchantment

O trabalho de dublagem está incrível na maioria das vezes. O Rei Zøg, pai da protagonista, é dublado pelo mesmo ator que fez o maníaco robô Bender, de Futurama. A familiaridade que os fãs dos outros grandes trabalhos do Matt Groening sentirão ao assistir Desencanto poderá funcionar tanto a favor como contra. Pessoalmente para mim funcionou a favor da série, mas principalmente quando o plot principal começou a ser revelado mais a frente. O cenário foi uma escolha acertada e fez todo o sentido. Se Simpsons trabalhou o presente, e Futurama obviamente o futuro, Desencanto trabalha um mundo medieval com toques fantásticos que me agradou bastante.

Image result for disenchantment

Nem todas as piadas funcionam, claro. Mas a primeira parceria de Matt Groening e Netflix certamente merece uma conferida. Com a segunda temporada já confirmada, fiquei ansioso para ver mais sobre o futuro do reino de Dreamland, e as consequencias das aventuras da princesa Tiabeanie, do elfo “Elfo” e do demonio Luci. (ou vocês esperavam nomes mais criativos na idade Média?)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s