Akira 30 Anos – Melhor Anime de todos?

Related image

Não é novidade para os que me conhecem o quanto amo animes e mangás. Paixão antiga, de infância mesmo. Hoje, um dos motivos que me levou a tal envolvimento completa 30 anos. Akira – de Katsuhiro Otomo. Não sei dizer quantas foram as vezes que assisti essa obra, ou que ouvi a trilha sonora ambiciosa e inesquecível também apresentada com ela. Fazer uma lista dos meus animes favoritos sempre é uma tarefa quase impossível, mas se há um nome sempre presente, vocês já devem ter adivinhado qual é: Akira.

Sobre o Anime

Akira (japonês: アキラ Akira) é um Anime de ficção científica japonês pós-apocalíptico de 1988, dirigido por Katsuhiro Otomo, produzido por Ryōhei Suzuki e Shunzō Katō, e escrito por Otomo e Izo Hashimoto, baseado no mangá de Otomo de mesmo nome. O filme teve um orçamento de produção de US $ 8,2 milhões, tornando-o o filme de anime mais caro de sua época.

No dia 16 de julho de 1988, Tóquio é destruída por um evento singular que inicia a 3ª Guerra Mundial. Trinta anos depois, a cidade de Neo-Tóquio foi construída sobre as ruínas da antiga metrópole. Apesar de extensa e populosa, é uma sombra do seu antigo eu com agitação política, fervor religioso e gangues adolescentes de motociclistas trazendo o caos. Uma dessas gangues, os Cápsulas liderados por Kaneda, estão envolvidas em uma guerra de território com uma gangue rival, os Palhaços. Quando Tetsuo, membro dos Cápsula, entra em contato com uma criança psíquica que escapou, ele é capturado pelos militares quando seus próprios poderes psíquicos começam a se desenvolver. Kaneda procura resgatar seu amigo antes que seus poderes destruam a cidade enquanto um coronel do exército deseja controlar e entender o poder dessas crianças psíquicas para a glória do Japão.

Trailer

Akira foi liberado em 16 de julho de 1988 pela Toho. Conquistou um legião internacional de seguidores desde o seu lançamento nos cinemas, e chegou a faturar mais de 80 milhões de dólares em todo o mundo a partir de seus lançamentos em cinemas e VHS. É considerado por muitos críticos como um dos maiores filmes animados e de ficção científica de todos os tempos, bem como um marco na animação japonesa. O filme teve um impacto significativo na cultura popular em todo o mundo, abrindo caminho para o crescimento da cultura popular japonesa no mundo ocidental, além de influenciar vários trabalhos em animação, quadrinhos, filmes, música, televisão e videogames.

Image result for Akira

Como também fã do gênero Cyberpunk, tanto em livros quanto em filmes (Blade Runner continua sendo um dos meus filmes favoritos), é inegável o quanto os japoneses parecem valorizar obras com essa temática e isso é bastante compreensível. Eles sobreviveram a duas explosões atômicas em seu território e foram obrigados a se renderem a uma força bélica superior. A esperança que todo recomeço pode trazer foi máculado pelas profundas marcas deixadas em seu povo. Distopia é algo muito bem trabalhado em Akira.

O anime não é para os de estômago fraco. A violência gráfica, não gratuíta, está lá na quantidade certa, como um bom óleo que permite o funcionamento perfeito do motor. A obsessão com os detalhes e a quantidade de quadros dessa animação também a tornaram uma peça complexa até para os níveis atuais. Esse realismo e fluidez no movimento se deve a quantidade de quadros que é de 24 frames por segundo (no filme inteiro). Comparado com as animações da Disney da época que só tinha 12 frames por segundo na maior parte do filme e só eram usados 24 frames em algumas cenas de ação, Akira surpreendeu a indústria. Outro detalhe que chamou atenção foram os cuidados para com as expressões faciais, olhares e sincronia labial.

Trilha Sonora

A música que acompanha o anime é uma combinação de sintetizadores do Blade Runner, percursão tradicional japonesa e coros que sussurram, gritam e balbuciam em sinfonia. Se a estética de Akira não te dominar, a trilha sonora certamente conseguirá.

Não sei dizer o quanto Akira ainda representa para os novos fãs das animações japonesas, ou se ele ainda é assistido tantas vezes quanto nas décadas passadas. Entretanto, posso dizer que se todos os animes fossem perdidos em um evento singular e apenas um pudesse ser escolhido para representar o passado e o futuro dessa forma de arte, não haveria outro nome que não…Akira.

Uma resposta para “Akira 30 Anos – Melhor Anime de todos?

  1. Pingback: AKIRA – 30 Anos | Nerdopolis·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s