Que Dia, Alice!!!

livre.png

Em 4 de Julho de 1865 era publicado As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, ou  Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland) para os íntimos, é a obra infantil mais conhecida de Charles Lutwidge Dodgson, sob o pseudônimo de Lewis Carroll. É uma das obras mais célebres do gênero literário nonsense (algo sem sentido, lógica ou nexo).

2book18.jpg

O livro, que dispensa qualquer apresentação, conta a estória de Alice, uma menina que cai numa toca de coelho que a transporta para um lugar fantástico povoado por criaturas peculiares e antropomórficas, revelando uma lógica do absurdo, característica dos sonhos. Este mundo fantástico está repleto de alusões satíricas dirigidas tanto aos amigos como aos inimigos de Carroll, de paródias a poemas populares infantis ingleses ensinados no século XIX e também de referências linguísticas e matemáticas, frequentemente apresentadas através de enigmas que contribuíram para a sua popularidade. Considerado uma obra de difícil interpretação pois contém dois livros num só texto: um para crianças e outro para adultos. As aventuras de Alice também teve uma continuação chamada de Alice Através do Espelho.

Alice_Red_Queen_White_Queen2.jpg

No mesmo 4 de julho, porém separado por três anos, Alice é apresentada ao mundo, primeiro em 1862, durante um passeio de barco pelo rio Tâmisa, Charles Lutwidge Dodgson, na companhia do seu amigo Robinson Duckworth, conta uma história de improviso para entreter as três irmãs Liddell (Loriny Charlotte, Edith MaryAlice Pleasance Liddell). Depois em 1865 a história de Dodgson foi publicada na forma como é conhecida hoje, com ilustrações de John Tenniel. Porém a tiragem inicial de dois mil exemplares foi removida das prateleiras devido a reclamações do ilustrador sobre a qualidade da impressão. A segunda tiragem, ostentando a data de 1866, ainda que tenha sido impressa em Dezembro de 1865, esgotou-se nas vendas rapidamente, tornando-se um grande sucesso, tendo sido lida por Oscar Wilde e pela Rainha Vitória. Na vida do autor, o livro rendeu cerca de 180 mil cópias. Foi traduzida para mais de 125 línguas e só na língua inglesa teve mais de 100 edições.

AliceinWonderland_2.jpg

Depois desse duplo 4 de julho Alice seguiu seu caminho de sucesso tendo suas aventuras adaptada e interpretada nos mais variados veículos de propagação da arte. Parabéns a essa pequenina notável pelo dia em que viu pela primeira vez o nosso mundo de loucos nonsense fingindo que são normais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s