Cloak & Dagger

cloakdagger-1494357736140_1280w

Cloak & Dagger da Marvel estreou no último dia 07 no canal Freeform da Disney, os personagens ficaram conhecido aqui no Brasil, na sua tradução literal, como Manto e Adaga.

A série promete, e com a autorização dos Studios Disney colocou easter eggs dentro da sua ambientação que a ligam direto as eventos cinematográficos do Universo Cinematográfico Marvel, tanto nos cinemas quanto nas telas de TV, mas não existe informações sobre a cronologia ou se ela estabelecerá alguma influência em relação à alguma outra produção. A minha ansiedade estava me deixando muito inquieto por se tratar de personagens muito queridos por mim.

Todo o meu contato com a série até agora se restringiu a acompanhar os teasers divulgados e foi com certa apreensão que criei coragem pra assistir os primeiros episódios sem ter noção nenhuma sobre o que havia sido feito como trabalho final, não falo de buscar spoilers por aí, mas sim de ter uma certa noção das reações de quem viu os dois primeiros episódios.

CLoak-and-Dagger-640x320

Mas antes de falar da série vamos conhecer um pouco quem são Cloak & Dagger:

Cloak ( Tyrone ” Ty ” Johnson ) e Dagger ( Tandy Bowen ) são contrapartes que dependem uma da outra pra sobreviver, suas estórias foram amplamente abordadas nos quadrinhos e apesar dos personagens terem uma visão adulta, o seu lado adolescente e de como adquiriram os seus poderes também já foram explorados. Eles foram criados pelo escritor Bill Mantlo e pelo artista Ed Hannigan, e apareceram pela primeira vez em Peter Parker, O Espetacular Homem-Aranha # 64 (março de 1982).

A inspiração:

Bill Mantlo afirmou certa vez que os personagens apareceram para ele já construídos após uma visita a Ellis Island:

Eles vieram à noite, quando tudo estava em silêncio e minha mente estava em branco. Eles vieram completamente concebidos quanto a seus poderes e atributos, sua origem e motivação. Eles incorporaram entre todos eles aquele medo e miséria, fome e saudade que tinha me assombrado em Ellis Island.

Ed Hannigan , colaborador de arte de Mantlo em Peter Parker, o Spectacular Spider-Man , lembra que ele e Mantlo criaram em conjunto o design visual dos personagens:

Bill tinha uma pequena página ou duas sinopses da história que ele me mostrou, e nós discutíamos como seriam os personagens. Ele me deu muita margem de manobra, mas era bastante óbvio que o Cloak seria negro e teria um grande manto preto ‘animado’ e Dagger seria branca com uma coisa do tipo collant. Não tenho certeza, mas acho que poderia ter trabalhado seu lado balé. Coloquei o mesmo tipo de amuleto/fecho nas duas fantasias e criei o recorte em forma de adaga em seu traje, que era ousado na época.

Cloak-and-Dagger-Art

Devido a sua origem, os personagens acabaram se tornaram heróis, eles combatiam todo o tipo de abuso e violência contra jovens, inclusive na luta contra o tráfico de drogas, que foi uns dos principais focos da dupla.

Tyrone “Ty” Johnson e Tandy Bowen se encontraram na cidade de Nova York enquanto fugiam. Tyrone tinha 17 anos quando fugiu de Boston, Massachusetts, possuía uma gagueira debilitante que o impediu de evitar que seu amigo fosse baleado pela polícia, que acreditava que ele havia roubado uma loja. Tandy tinha 16 anos com uma criação privilegiada, nascida em Shaker Heights, Ohio, fugiu porque sua supermodelo-multi-milionária-mãe estava ocupada demais com sua carreira e vida social para passar um tempo com sua filha.

Quando se encontraram, Tyrone pensou em roubar a bolsa de Tandy, mas antes que tentasse, um ladrão o fez e ele acabou recuperando-a, com isso eles se  acabaram se tornaram amigos. Quando Tandy aceitou uma oferta de abrigo de alguns homens estranhos, Tyrone foi junto para protegê-la. Os dois adolescentes foram rapidamente entregues ao químico criminal Simon Marshall desenvolvendo uma nova heroína sintética, testando-a em adolescentes fugitivos com resultados fatais. Johnson e Bowen sobreviveram de algum modo às injeções da droga e fugiram. Durante a fuga, a droga os transformo-os, Tyrone se viu mergulhado na escuridão e tomado por uma fome estranha que diminuiu na presença de Tandy brilhando com uma luz forte.

Mas para não entrarmos no campo negro dos spoilers vamos parar de falar sobre os personagens a partir direto para a série.

 Cloak-Dagger.jpg

A série começou a ser desenvolvida em 2011, em 2016 a Freeform, o novo nome da ABC Family, encomenda oficialmente a série e no mesmo ano Joe Pokaski assume como showrunner da série e em 2017 os atores  Olivia Holt e Aubrey Joseph são confirmados na série. Cloak & Dagger está sendo produzida pela ABC Signature Studios, pela Marvel Television e pela Wandering Rocks Productions.

Cloak & Dagger chegou em meio a tantas controvérsias sobre o MCU e entre tantos lançamentos cinematográficos já agendados e em plena divulgação que pareceu ter sido colocada em segundo plano. Apesar da má aceitação sobre os rumos ou abordagem, tomadas pelas série televisivas da Marvel muito há de se esperar por Cloak & Dagger.

A série parece focar na construção dos personagens que no futuro se virão a se tornar o Manto e Adaga que conhecemos, desenvolvendo seus dilemas e fortalecendo seus temores, além de criar a cumplicidade entre os seus personagens. Eles precisam se conhecer e perceber que juntos são mais fortes e que é a única maneira de permanecerem vivos.

ec80bed1-8077-4b3c-9163-06ac37d45717

De acordo com a Freemon:

Os adolescentes Tyrone e Tandy são despertados para superpoderes recém-adquiridos que estão misteriosamente ligados uma ao outro.

Isso basicamente soa como a versão em quadrinhos dos personagens, embora a série seja ambientada em Nova Orleans pós-Katrina. Tandy Bowen e Tyrone Johnson são adolescentes que adquiriram seus poderes quando crianças, após um acidente com a Roxxon Corporation.

Isso é bom, mas deixa muita gente com a pulga atrás da orelha por esperar séries complexas e já com os heróis voando ou saltando pelos prédios. Os heróis das séries ou do cinema de hoje precisam ser construídos e justificados para o espectador, enquanto já existem nos quadrinhos ou quando são apresentados lá precisam estar devidamente fantasiados.

Apesar de viverem no mesmo bairro, cidade ou mundo, Tyrone e Tandy são apresentados em cenários sutilmente adaptados a seus personagens futuros. Tandy tem suas cenas ligeiramente mais claras enquanto com Tyrone parece sempre haver uma sombra sobre o seu personagem ou ambiente. Seus problemas são distintos, mas a complexidade deles são muito semelhantes, incompreendidos e pronto à serem destruídos, parecem criar forças do nada para se manterem fortes e íntegros.

A Freeform oferece uma ótima casa para essa história explorar seu drama de uma maneira mais “adulta”. No primeiro episódio sozinho, o piloto aborda a brutalidade policial, abuso de substâncias e tentativa de agressão sexual. O cenário para esses assuntos pesados são tratados ​​com cuidado. A visão das narrativas fundamentadas, além da história do Joe Pokaski de contar histórias de heróis e Heroes, criam uma frustração situacional verossímil para os dois adolescentes.

Cloak-and-Dagger.jpg

Como os dois personagens têm habilidades que lidam com a luz e a escuridão, o preto e branco ou a sombra e a luz são constantes, o que às vezes parece um pouco pesado demais. A série foi construída para agradar quem não entende imediatamente os poderes dos personagens, Dagger pode criar lâminas de luz, Cloak pode mergulhar e absorver outros em uma dimensão escura, além de suas habilidades de teletransporte, o simbolismo luz/sombra constante traz um sentido um pouco implacável.

A base de construção dos personagens está bem sólida fornecendo um amplo material para ser explorado e o mistério de quem esteve por trás do acidente da Roxxon Corp e por que é apresentado como uma narrativa de longa temporada, junto com dois casos de policiais em andamento ligados aos nossos heróis. Como Cloak & Dagger tentam lidar com seus poderes e seu relacionamento, está claro que eles precisarão um do outro.

Além do roteirista Joe Pokaski que já esteve em Heroes, convocaram Alex Garcia Lopez de Demolidor e Luke Cage para dirigir alguns episódios o que parece trazer os dois personagens para um olhar que agrade a quem já está familiarizado com as séries da Marvel.

Se você espera que Cloak & Dagger venha a ser uma estória de super herói ao estilo das outras séries da Marvel como Legion, The PunisherDaredevil, Jessica Jones ou  Luke Cage esqueça, ela se enquadra mais ao estilo The Runaways e Spider-Man: Homecoming, e é sim série voltada para o público adolescente e como a variação delas mostra a Marvel tem apostado e muito nessa variação de público alvo apesar de continuar a fazerem parte do mesmo universo. Mas não se engane Cloak & Dagger promete surpreender e agradar.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s