COMA – Robin Cook

006.jpg

Coma (1977) é um romance do médico e romancista estadunidense Robert Brian ” Robin ” Cook (nascido em 4 de maio de 1940, na cidade de Nova York) que escreve sobre a indústria farmacêutica, remédios e tópicos que afetam a saúde pública .

Ele é mais conhecido por combinar a escrita médica com o gênero thriller. Muitos de seus livros figuraram na lista do Best Seller do New York Times. Vários de seus livros também foram apresentados no Reader’s Digest . Seus livros venderam quase 400 milhões de cópias em todo o mundo.

Sua história começou enquanto ainda era médico da Marinha Americana e escrevia Memórias de Um Médico Interno (1972) onde ele faz um jovem recém formado passar por todos os percaussos e situações não só constrangedoras como engraçadas que ele colecionou com a ajuda de seus amigos de profissão ao longo do tempo.

Coma01.jpg

Coma foi o primeiro  romance do Robin Cook que li, a tensão e detalhes logo me cativaram, o que gerou uma enxurrada de novos títulos em minha coleção, também foi o primeiro a ser adaptado para o cinema, talvez tenha sido o autor que eu mais tenha visto adaptações para a TV ou o cinema. Os direitos para o cinema de Coma (1978), que manteve o mesmo título do livro, foram adquiridos pelo diretor Michael Crichton , e foi produzido por Martin Erlichmann para a Metro-Goldwyn-Mayer. O elenco inclui Geneviève Bujold, Michael Douglas , Elizabeth Ashley , Richard Widmark e Rip Torn . Entre os atores em papéis menores estão Tom Selleck , Lois Chiles e Ed Harris.

series_781_coma14.jpg

Coma teve uma adaptação também para série de TV em 2012 e foi dirigido por Mikael Salomon e produzido por Ridley Scott e seu irmão Tony Scott , a mesma equipe que adaptou The Andromeda Strain para minissérie em 2008. A série é dedicada a Tony Scott, que morreu em agosto de 2012, apenas semanas antes de sua estréia de transmissão.

Até hoje Coma causa um certo assombro pela visão do autor em forma de alertas do que poderia ser ou vir a se tornar as pesquisas com células tronco, que para nós os leigos parece um tema moderno e atual, para quem vivia e trabalhava no meio é um tema tão antigo como o perigo dos abusos dos laboratórios de pesquisas para teste de uma nova droga na população que precisa avançar por anos, mas nem sempre as autorizações são reconhecidas como necessárias e liberadas. É comum já há muito tempo essas empresas se filiarem á hospitais para a obtenção de cobaias humanas que ficam internadas por semanas em troca de um saldo em dinheiro, fato que há muitas décadas alimentam as lendas urbanas.

As adaptações não foram poucas, Epidemia (1995), Outbreak (1985) no título original do livro, elevou o sinal de alerta sobre produções de um gênero de thriller que era ao mesmo tempo assustador e real. Muitas produções são abertamente apresentadas como adaptações de suas obras com a aquisição dos direitos para tal, outras nem tanto, como Ebola, o virus da morte (1995), mas fica evidente que grande parte do material inspirador ou fonte de pesquisa são das obras literárias de Robin Cook.

Walber Pena

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s