MONSTERPOCALYPSE ou PACIFIC RIM?

monsterpocalypse (1)

Você provavelmente acha que nunca ouviu falar disso, mas já e não sabia!

Na última semana chegou uma encomenda há muito aguardada por mim, um jogo de miniaturas temático e que não era fácil de se encontrar na terra brasilis, mas tive a sorte de encontrar um exemplar lacrado ainda e não titubeei em adquirir.

monsterpocalypse.png

 

A mote do jogo é clássica em se tratando de monstros invadindo uma cidade e lutando uns contra os outros, bem ao estilo das eternas séries e filmes japoneses com seus Kaijus tão venerados e ao mesmo tempo temidos, que usa mecânicas simples de rolagem de dados personalizados, variação de ordem de fase de ativação e poderes variáveis.

O jogo foi lançado em 2010 pela Privateer Press e inclui sets os colecionáveis, Rise , I Chomp NY , All Your Base , Monsterpocalypse Now e a Big in Japan. A empresa prosperou e logo se projetou no mercado expandindo o seu universo e trazendo novas caixas com criaturas e cidades para serem destruídas.

monsterpocalypsemovie

No mesmo ano John August, roteirista regular de Tim Burton, começou as negociações com a Dreamworks para a produção de um longa do jogo que foi descrito como “estratégia parcial, parte Kaiju Big Battel e parte de Rampage, todos já foram jogados com miniaturas em um tabuleiro.” A participação de John gerou especulações sobre a participação de Burton no projeto, o que veio a se confirmar.

O roteiro estava sendo desenvolvido por John em parceria com Matt Wilson,  criador do jogo e que seria co-produtor  do filme. Burton estava desenvolvendo o resto do projeto e junto com Ken Ralston o visual dos monstros que teriam que enfrentar robôs gigantes controlados por equipe de humanos que lutam para proteger as cidades. A previsão de lançamento era o final de 2012.

Mas infelizmente tudo ficou por aí.

pacific_rim.jpg

Em 2013 Guilhermo del Toro laçou Pacific Rim pela Waner Bros, que já havia disputado com a Dreamworks e a Sony os direitos sobre Monsterpocalypse, a mote desse novo filme era a mesma, os mesmo Kaijus, o mesmos robôs controlados por equipes de humanos tentando defender as cidades da invasão dos monstros. O que me fez pensar onde teria ido parar ou o que teria acontecido com o projeto do John/Burton. Talvez o interesse da Warner sobre o tema tenha surgido pela dúvida de Burton em dar continuidade primeiro ao projeto Dark Shadows que saiu pela Warner Bros que concorria com Monsterpocalypse que seria lançado pela Dreamworks, o que se sabe é que o Pacífic Rim saiu por ela com uma diferença de apenas seis meses.

Em 2016 a própria Warner divulgou que estava em negociações para a produção de um longa baseado no jogo, o que nos leva a pergunta se não seria uma aproximação para corrigir um erro do passado já que a base do roteiro é não só semelhante mas idêntica a mote original do jogo e do roteiro esboçado por Burton.

Screen_Shot_2018_01_24_at_11.03.59_AM.png

Será que a Warner dará continuidade ao projeto mesmo com o lançamento de Pacific Rim Uprising agora em março de 2018?

Fico realmente triste quando coisas assim acontecem, sou um aficionado por jogos analógicos e meu desapontamento por um projeto desses não decolar é imenso. Não que o projeto ou a ideia tenha sido copiada, já que del Toro tinha o esboço do roteiro de Pacific Rim em mãos já em 2007 escrito por Travis Beacham. Mas diga-se de passagem, são ideias e personagens muito próximos e seria tão bom para esse fã que fosse uma adaptação desse universo de board games que resiste a tanto tempo e tem tanto para mostrar.

IMG_0068.jpg

Monsterpocalypse é um jogo que vocês verão novamente aqui e em breve, minhas opiniões e considerações. Pacific Rim também dará as graças com a confirmação de nossas expectativas ou não.

E não percam em 23 de março de 2018 o lançamento mundial de Pacific Rim Uprising, dessa vez pela Universal Pictures. Opa!? Tem mais treta aí!

Atualização: Eu disse que havia treta e continuo afirmando. Enquanto escreva esse post, o pessoal da River Horse um financiamento coletivo do jogo oficial da franquia Pacific Rim com o nome de Pacific Rim: Extinction, que já conseguiu mais que o dobro do valor esperado para a fabricação do jogo, enquanto isso, no dia seguinte Privater Press anunciou o retorno do jogo Monterpokalypse com todo o seu set original, colecionável e com um novo nome, Monsterpocalypse: Hobby Miniatures Game, só que dessa vez as miniaturas não virão montadas e nem pintadas de fábrica, o que irá diminuir em muito os custos de produção e talvez dar um tempo vida maior ao jogo no mercado. Eles anunciaram que essa nova versão será em uma escala maior que o jogo original e com muito mais detalhes, o que me deixa curioso, pois o primeiro já era surpreendentemente rico em detalhes.

Walber Pena

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s