1998 – Olhando para o Passado

Agora adiantamos o nosso relógio em mais dez anos, as características dos filmes já mudaram bastante. Os efeitos especiais já não são os mesmos que nas décadas anteriores.

armageddon-1998-05-645-75

Armagedom

Me lembro de estar com amigos na calçada na frente do cinema, sim ainda tinha desses cinemas, fora dos grandes conglomerados e das franquias, percebo que minha bota era do mesmo modelo usado pelos personagens de Armagedon, o que me fez autoritariamente passar para a frente da fila e ser o primeiro a entrar na sessão. Na mesma linha veio Impacto Profundo mostrando que um mesmo tema podia ser abordado em uma única temporada cinematográfica sem nenhuma perda. As mega catástrofes haviam chegado ao cinema e suplantaria velhos ícones, como os monstros gigantes e os alienígenas.

a-mascara-do-zorro

A Máscara do Zorro

Algumas estórias clássicas deram o ar da graça como a releitura de A Máscara do Zorro, divertida, cativante e pronta para arrancar lágrimas dos olhos dos despreparados. O Homem da Máscara de Ferro trazia de volta os grandes mosqueteiros fazendo a grande parte das pessoas não acostumadas com os clássicos a perceber uma continuidade nos livros de Dumas. Os Miseráveis, que por si só dispensa qualquer comentário se não o de obra prima.

20266268

Pequenos Guerreiros

O ano foi de algumas surpresas inimagináveis, Jim Carrey mostrava suas facetas dramáticas em O Show de Trumam: O Show da Vida. Os Pequenos Guerreiros fugiram de suas caixas para lembrar que ainda existia uma criança dentro da gente. Robin Williams nos mostrava em Amor Além da Vida que ele também sabia fazer chorar. Pleasentville e Encontro Marcado também fizeram muita gente sonhar com mudanças e revisões de metas pessoais.

 

mulanmateria

Mulan

As animações não foram diferentes, Antz: Formiguinhaz mostrou toda a maravilha que pode ser encontrada em um micromundo. Mulan veio mostrando toda a força feminina e na necessidade de se quebrar os paradigmas que nos prende ao passado e O Príncipe do Egito elevava a Dreamworks ao patamar de uma das grandes produtoras de animações do mundo.

37475_f5

O Resgate do Soldado Ryan

O gênero guerra foi trazido de volta corajosamente por Tom Hanks em O Resgate do Soldado Ryan com uma crítica pesada aos motivos que faziam homens se perderem sem deixar rastro em prol de um bem maior. Além da Linha vermelha também seguiu esse caminho deixando as estórias de guerra mais dramáticas e menos heroicas.

landscape_1425403049-mary

Quem Vai Ficar com Mary

As comédias já tinham tomada uma cara diferente, já faziam parte de um roteiro bem construído e amarrado, Quem Vai Ficar com Mary? mostrou isso.

Cidade-dos-Anjos-2

Cidade dos Anjos

Cidade dos Anjos trazia a releitura de Tão Longe Tão Perto com uma visão mais romântica e menos filosófica. Perdidos no Espaço deu muita esperança para a releitura de clássicos antigos e talvez um primeiro passo para uma boa sequencia de filmes, mas ficou só nisso apesar do bom enredo.

following

Following

Christopher Nolan estreava nas telas com Following trazendo uma narrativa desconstruída e descontinuada o que seria sua maior característica e maior inspiração para outros cineastas.

a859e14101b57f90c09a9b969981a875b7c451c7

Blade: O Caçador de Vampiros

Ainda tivemos Blade, O Caçador de Vampiros, adaptação de quadrinhos que muito prometeu, mas ficou apenas em uma desculpa para um bom filme de luta que ainda persistia em ser lançado. Os homens estavam parando de usar as mãos para suas lutas pessoais, mas ainda tinham um que de Clint Eastewood ou Charles Bronson na veia, Bruce Willis e Tommy Lee Jones não decepcionaram e mostram que aprenderam direitinho em Código para o Inferno e U. S. Marshals.

Pode se dizer que mesmo com as mudanças, 1998 foi um bom ano para o cinema, mesmo para quem já estava acostumado com tantas mudanças e com expectativas já muito diferentes.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s