Nerdice

comiccon-showfloor

Então você anda descoladamente sentindo-se nerd, entendendo as piadas e as referências, gosta de filmes, quadrinhos, livros, séries, um mundo infinito por onde podemos vagar sem rumo. São tantas as boas oportunidades no mundo nerd que fica difícil enumerar tudo!

Mas também tem coisa ruim no mundo nerd e quero conversar sobre uma delas. Coisa chata do caramba são esses nerds ortodoxos fanáticos. Aqueles que não aceitam que você se sinta nerd se você não é capaz de repetir de cor as falas de um filme que você (sacrilégio) nem gostou! Enchem o saco dizendo que eles são nerds a muito mais tempo, e que você não viu nascer a internet discada ou jogou Atari (ainda lembro da primeira vez que assisti alguém jogando River Raid, a perplexidade de ver alguém controlando o que acontecia na TV ainda está gravada nesse velho coração!).

Você não curte anime? Pecado. Não gosta de Harry Potter? Nerd falso. Não lê quadrinhos desde a era de ouro? O que você sabe da vida?! Acha que D&D é melhor que Vampiro? Já vi que não entende de RPG… Não fala Klingon e Sindarin? Sério, saia do meio nerd, você não é merecedor… Sim, essas pessoas estão por aí e, até onde percebo, em maior quantidade do que gostaríamos. Mas você não precisa se assustar, ser nerd não é uma disputa de quem sabe mais, de quem viu ou leu mais ou quem tem a melhor memória (a minha é uma bela bosta…). Ser nerd é um estado de espírito, é um ardor juvenil que bate em você quando tem contato com aquilo que ama.

klingon

Como assim você não fala Klingon??

E agora, o que fazer com esses nerds ortodoxos fanáticos? Como lidar com eles quando começarem a pavonear e tentar se colocar acima de vocês? Tente entender, em algum ponto eles estão frustrados… Ou o herói que eles gostavam mudou muito na nova geração, a série que eles amavam acabou, o artista predileto faleceu… A auto estima dele está lá embaixo! Ele precisa de apoio! Mostre coisas novas (que nunca serão tão boas como as que ele lia) para ele, deixe ele falar com todo o ardor sobre o que ama, todos nós precisamos disso! E se ficar chato demais? Saia de perto, o mundo já tem problemas demais para criarmos mais confusão só porque alguém não aceita que Senhor dos Anéis é melhor do que Harry Potter.

3 Respostas para “Nerdice

  1. Fala,Davi. Muito bom texto, meu nobre!
    Parabéns!
    Gostei esoecialmente como você o finalizou, deixando aquele gancho maroto pra turminha se engalfinhar no final 😉 (rizada maligna o fundo!)

    Curtir

  2. Muito maneiro o texto.
    Um assunto interessante e inovador, acho que nunca tinha lido sobre isso.

    Meu ponto de vista é que este tipo de “competição” é natural (porém completamente desnecessária) em qualquer meio, não só o nerd. Porque é como um reflexo do ser humano ao que ele ama.
    Tentar mostrar-se mais fã ou de certa forma “chamar mais atenção” para uma ou outra questão que ele possui conhecimento para mostrar o quanto ele é “senhor da coisa” ou o quanto ele dedicou tempo e atenção ao que ele se propõe a ser, ou diz ser. Principalmente agora com o nerd sendo reconhecido como um tipo comum e em ascensão na sociedade.
    Não tenho nada contra o ortodoxo, eu sou um em muitos aspectos. Mas sou totalmente contra “expulsar” ou inibir os novos nerds com atitudes não convidativas ou até mesmo hostis, como costuma haver e este texto fala bem quanto a isto.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s