Narcos – 2ª temporada

b1bfd0f771a6103d8728f322250fb5c8b1d3f06412056ebd2801e41fbee3fa7a_large

Atenção: O texto pode ter algumas opiniões consideradas spoiler.

A segunda temporada de Narcos chegou pra fechar a saga de Pablo Escobar. Os mais antenados nos sites de noticias já sabiam do desfecho da temporada, mas não era muito mistério pra ninguém aonde a historia ia chegar.

Começando do ponto em que nos deixou no final da primeira temporada, a fuga de Escobar da prisão La Catedral, não havia muito mais o que cobrir da historia real alem da perseguição ao traficante e os eventos que levaram à sua morte. A caçada à Escobar é o ponto alto da temporada. Policiais colombianos, agentes da DEA e facções rivais, todos em busca de Escobar por vingança, justiça ou para tomar o seu lugar, protagonizam as melhores cenas de perseguição da serie.

A queda do seu império tem consequências diretas na personalidade do protagonista. Vemos um Escobar muito mais arredio, muito mais cruel, uma verdadeira fera acoada que responde com violência e morte a qualquer provocação. Mas ao mesmo tempo, as cenas que mostram sua relação com a família tentam pintar uma imagem mais humana do traficante, como querendo nos convencer de suas razoes, nos fazer torcer por ele como um herói, um robin hood paisa. E Wagner Moura entrega tudo isso, nos convence que ele é Pablo Escobar. Sua caracterização, assim como seu espanhol, é muito melhor, muito mais crível.

A serie segue a linha estabelecida na primeira temporada de misturar ficção com realidade. Trechos de noticiários e fotos de arquivos puxam o espectador de volta ao mundo real e nos fazem lembrar que por mais que se trate de uma obra de ficção, muitos dos fatos narrados realmente aconteceram na Colômbia dos anos 80 e 90. Esses enxertos porem não prejudicam o andamento da serie e se encaixam perfeitamente no contexto da narrativa.

Por fim, o final da temporada tem uma quebra de ritmo um pouco violenta. Passamos do frenesi da caçada à um momento mais tranquilo nos últimos episódios, um preludio do fim, a calmaria antes da tempestade, o ultimo suspiro antes do mergulho final.

Reservada ao fim, à ultima perseguição à Escobar parece um pouco corrida. Durante a segunda metade da temporada o cerco se fecha cada vez mais, porém a tentativa de captura, e eventual morte de Escobar, se resolve muito rápido. Talvez a realidade tenha decepcionado frente ao drama narrado nessas duas temporadas de Narcos.

Por fim a temporada acaba, mas aponta para o futuro da serie. A épica saga contada pela Netflix sobre Pablo Escobar pode ter terminado, mas a guerra contra os narcotraficantes, contra os Narcos, esta longe de acabar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s